Como evitar a taxa de reajuste do plano de saúde?

Tempo de leitura: 3 minutos

Apesar da rotina de trabalho e do ritmo apressado da vida cotidiana, é grande o número de brasileiros que estão cada vez mais preocupados com sua saúde e bem-estar. E é nesse contexto que empresas de todos os portes têm investido cada vez mais  na contratação de planos de saúde para sócios, colaboradores e seus familiares. Entretanto, se não usado com cautela, a taxa de reajuste do plano de saúde, incidida no momento da renovação contratual, pode comprometer as finanças.

Entretanto, é possível minimizar essa taxa, a afim de promover o uso consciente do plano de saúde por parte dos colaboradores. Mas, primeiramente, vamos falar das vantagens desse benefício.

Benefícios dos planos de saúde empresariais

 

A Saúde Suplementar no Brasil trabalha justamente com essa visão preventiva da saúde e bem-estar, e os planos de saúde são a melhor garantia de atendimento de qualidade diante de um quadro público da saúde cada vez mais instável.

 

Por isso, as empresas que genuinamente se preocupam com seus funcionários decidem aderir aos planos coletivos e empresariais por acreditarem que a saúde dos colaboradores é prioridade. Além disso, oferecer planos de saúde aos funcionários é uma forma de protegê-los, de melhorar as relações pessoais e profissionais dentro da empresa e de otimizar o trabalho também, mantendo a equipe motivada e preservando talentos.

 

Orientações quanto ao uso dos planos de saúde empresariais

 

Oferecer planos de saúde aos funcionários é um grande passo para uma empresa, mas é preciso que essa decisão seja acompanhada de uma série de orientações sobre o uso desse benefício pelos funcionários e familiares, a depender do tipo de plano a ser contratado. Isso porque todos os anos é incidida a taxa de reajuste do plano de saúde, proporcional à utilização dos serviços no ano anterior. Dessa maneira, se utilizado de maneira exagerada, os planos podem sofrem reajustes e as despesas sem controle aumentam o valor a ser pago, o que pode comprometer o orçamento das empresas.

 

Dentre as principais indicações para a utilização consciente do plano de saúde está a orientação ao beneficiário para que procure hospitais e pronto-atendimentos somente em caso de emergências, deixando os casos menos graves para as consultas agendadas com médicos. Também é muito importante consultar a especialidade do médico antes de reservar um dia para o atendimento, já que isso evita que uma outra consulta tenha que ser marcada. Outra sugestão menos provável de ser deduzida, porém muito relevante, é a indicação para que o usuário guarde os exames feitos previamente. Isso porque alguns exames possuem um prazo de validade longo e podem ser reaproveitados, reduzindo a necessidade de realizá-los novamente.

 

Vale lembrar que é proibido emprestar o cartão do plano de saúde a outras pessoas. Além de crime de falsidade ideológica, essa atitude onera o plano e traz grandes prejuízos tanto para a empresa quanto para o beneficiário. Com essas atitudes simples, a taxa de reajuste do plano de saúde tende a ser menor, evitando um aumento além do esperado e otimizando significamente o caixa da empresa.

 

Lembre-se que a simples contratação dos planos de saúde não garante o bem-estar dos colaboradores. É muito importante que a empresa invista no incentivo às práticas saudáveis e aos bons hábitos de saúde, como a alimentação adequada e a prática de exercícios físicos.

 

Conte com a ajuda da TOC Garantias para esclarecer suas dúvidas sobre o assunto e boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *